A Mulher dos Sonhos

A mulher dos sonhos sai apenas maquiada
Só pode usar lingerie de renda salto alto
vestido preta porter
Seu cabelo sempre sedoso a pele perfumada.
Os quadris firmes as pernas lisinhas
toda depilada

A mulher dos sonhos nunca esquece da dieta
Não sente ciúmes
Ela sabe perdoar.

Bailarina adora dançar valsa
detesta chegar atrasada
diz sim com um sorriso
prepara café da manhã, almoço
e jantar.

A mulher dos sonhos é feita de carne, ossos e
sangue menstrual.

Não usa alianças
queimou véu e grinalda.
Quando tem pesadelos acorda toda suada
O rosto com espinhas, é peluda e tem gases.

A mulher dos sonhos quer ser
metade uma leoa
metade pássaro.

Ela arranha as paredes do quarto
arranca os cabelos
joga as malas pela janela.

A mulher dos sonhos gargalha alto
fuma charuto e bebe cachaça no gargalo
come um boi e fala palavrão.

Deseja ter as roupas rasgadas
os cabelos puxados a cintura apertada
trepar só pra gozar no final

A mulher dos sonhos ri dos poetas
devolve as flores
ignora juras de amor.

Vai se apaixonar um milhão de vezes na vida
conquistar o mundo em oitenta dias
escrever um tratado sobre física nuclear.

A mulher dos sonhos quer passear de bicicleta
sambar no meio da chuva
acordar depois do meio-dia.
E parir uma revolução.

Luiz Belmiro Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *