O triplex e o Bancoop

 

*Por Caio Almendra

Sabe o que é foda disso tudo? Ninguém fala do Bancoop. A coisa toda do triplex começa assim:

O sindicato dos bancários tinha uma cooperativa de crédito. O PT, que geria o sindicato e a cooperativa, desviou recursos(via empreiteiras…) do Bancoop para suas campanhas. Daí, o Bancoop começou a ficar mal falado, começou a atrasar obras, entregar imóveis com defeitos e etc. Qual a grande medida a se tomar? Uma ação propagandística no qual o próprio Lula compra um imóvel via Bancoop.

Aí, o Bancoop vai para o buraco e o empreendimento de Lula vai para o buraco. João Vaccari Neto acaba preso. Devemos acreditar que o Vaccari Neto roubou até o empreendimento do Lula? Não, não roubou.

Nesse cenário, Lula entrou num grupo de prejudicados pela falência do empreendimento e a OAS iria pagar a todos. Muitos desses sequer receberam até hoje. Só ao Lula foi oferecido um triplex, um incremento de coisa de dois milhões de reais sobre o quanto o seu imóvel no empreendimento valeria. E ele recusou por ser muito pouco(!!!). Ora, a OAS não ofereceu nada disso a nenhum dos demais prejudicados pelo Bancoop.

Vamos ao resumo: a OAS devia ao Lula e a dezenas de pessoas a quantia X, a OAS ofereceu uma quantia Y muito superior a X ao Lula e APENAS ao Lula, Lula recusou por achar que Y era muito pouco dinheiro. Meu deus, não é propina aonde? Porque só o Lula foi oferecido um triplex? Cadê os triplexs dos demais 3000 prejudicados do Bancoop?

Enquanto algumas famílias perdiam tudo, perdiam o sonho da casa própria, a Lula era oferecido triplex, que ele recusou chamando de “Minha Casa Minha Vida”(ou seja, mais um escárnio com as pessoas que mantém o sonho da casa própria).

A esquerda precisa superar o petismo, superar o desvio de verba de sindicatos para campanhas, superar o escárnio com o sofrimento dos sem-tetos, superar Lula e o lulismo. Isso passa, sim, por olhar atentamente o que aconteceu e não por jogar tudo debaixo do tapete.

*Militante social.

Texto originalmente publicado no Facebook e reproduzido com permissão do autor.

Esta entrada foi publicada em Facebook (reprodução), Opinião e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta